Tratamentos-de-Canal-02.jpg

Tratamentos de Canal

O que é?

O tratamento de canal é um tratamento para reparar e salvar dentes muito danificados ou infectados. O procedimento envolve a remoção da área danificada da raiz do dente (a polpa), limpeza e desinfecção e, em seguida, o preenchimento e selamento.

Quando é indicado?

Quando um dente sofre cáries, traumas, fratura ou infecções pode ocorrer um dano irreversível à polpa, sendo necessário a realização do tratamento de canal, que chamamos tecnicamente de endodontia. Este tratamento possibilita eliminar a dor, remover a infecção e preservar o dente evitando ou postergando a necessidade de implantes.

Quais são os diferenciais?

É comum achar que o tratamento endodôntico é uma experiência ruim e dolorosa, mas na Hubb contamos com profissionais especializados e equipamentos modernos como o RX digital e instrumentos rotatórios que tornam esse tratamento muito mais ágil e confortável para nossos pacientes, podendo muitas vezes ser realizado em apenas uma consulta.

Possíveis dúvidas

1. Quais são os sinais e sintomas que indicam a necessidade do tratamento de canal?


. Dor de dente que pode durar horas.

. Sensibilidade a temperaturas quentes e frias.

. Dor pulsátil.

. Sensibilidade ao mastigar.

. Dor irradiada para outros dentes.




2. Toda dor de dente indica o tratamento de canal?


Não. Uma pulpite (a inflamação da polpa), popularmente conhecida como dor de dente, pode ser classificada como reversível e irreversível. A pulpite reversível é caracterizada por uma dor de duração curta que se dissipa após a remoção do estímulo. Ela também é caracterizada por sensibilidade apenas a temperaturas frias e pode ser considerada uma dor localizada. Esse tipo de dor diminui quando removido o agente agressor, no caso a cárie. Portanto esses casos não necessitam do tratamento de canal. Se a pulpite reversível não for tratada, pode evoluir para uma pulpite irreversível e para este caso o tratamento de canal é indicado.




3. E se o tratamento de canal não for realizado?


Se o tratamento de canal não for realizado, a necrose da polpa pode se estender para a região do periápice, região além da ponta da raiz do dente, podendo ocasionar reabsorção óssea, formação de granulomas e cistos, além de afetar outros dentes adjacentes. Consequências mais graves, como uma bacteremia – presença de bactérias na corrente sanguínea – também podem ocorrer.